04 out

Olá, aqui é a Débora Ildêncio, artista Michael e eu gostaria de te fazer uma perguntinha:

Você acha que está preparado para entrar neste segmento tão concorrido que é o meio musical? Se sua resposta for não ou se você não tiver certeza do que responder, respira fundo e pega essa primeira dica que separei sobre gestão de carreiras se deseja mesmo viver de música! Eu sei que isso é uma vontade de muitas pessoas que tocam, porém, para uma maioria isto pode parecer apenas um sonho distante, ou, sorte. Mas ai eu te pergunto: O quê você tem feito para tornar este sonho realidade?

O primeiro passo é entender que dentro da música é possível atuar de várias formas, por exemplo: como sideman, arranjador, produtor musical, diretor artístico, professor e até como copista para transcrição de arranjos e registros musicais.

Apesar da versatilidade, para qualquer caminho a seguir, é primordial que você estude e esteja preparado!

Alguns músicos estão tecnicamente prontos, possuem cursos, graduações, no entanto, na hora de apresentar o trabalho para prestação de serviços ou até mesmo para conseguir patrocinadores, há um bloqueio e fica a dúvida de qual caminho seguir.

Bom, que tal começar por um release bem feito?

O release é o currículo do músico, material que deve conter as informações mais relevantes sobre sua trajetória.  Por isso, é importante seguir alguns passos:

 

COMO CRIAR O RELEASE IDEAL E VENDER MELHOR O SEU TRABALHO?

tumblr_m6hsq9dASj1qjcl7s

1-Escreva o seu Release

Escreva seu release e apresente-o de forma atrativa. Tome cuidado com a norma culta, é muito importante que o músico também saiba escrever. Afinal estamos oferecendo um produto, no caso, o seu trabalho!  Hoje não basta apenas tocar bem, existem muitos músicos que fazem isso, por isso, saber se comunicar, pode ser um diferencial no seu trabalho!

2-Informações

As primeiras linhas do release devem conter as informações chaves, por exemplo: instrumento(s) que toca, tempo de carreira, cursos realizados, principais apresentações e gravações, com quem já tocou, etc.  Ah! E se tiver números relevantes nas redes sociais, também é válido mencionar.  Caso não tenha, deixe para mencionar suas redes no final do texto. Vale lembrar que as informações precisam ser verdadeiras, afinal, hoje é fácil ser “stalkeado” para saber se os dados são fidedignos.

3-Imagens com boa resolução

Caso você tenha interesse em colocar fotografias em seu release, escolha imagens relevantes e que tenham boa resolução! Se você não tem o hábito de registrar suas apresentações, comece i-me-di-a-ta-men-te! É muito importante documentar principalmente os eventos mais importantes! Atualmente os celulares possuem excelentes câmeras, então, leve um amigo para registrar sua performance.

4-Contatos

No final do release coloque seu contato: e-mail, telefone e suas redes sociais. Dê preferência em utilizar suas redes com hiperlink, isso facilitará que quem estiver lendo não precise procurar você. Apenas com um clique, ele já será direcionado para os seus canais.

 

5- Verifique o texto

E por último e não menos importante, formate o seu texto e observe se não há espaços sobressalentes entre as palavras, verifique também as vírgulas e a pontuação do texto.

E ai, gostou da primeira dica? Então fique ligado que em breve tem mais. Aproveite e nos acompanhe também pelo Youtube que por lá tem muito mais conteúdo interessante para você!

F.Gênia