06 nov

Já passou por sua cabeça de algum dia ser um(a) grande cantor(a)? Imagino que sim, porque esse é o sonho de muita gente, não é mesmo? Alguns não o seguem por falta de oportunidade, outros por falta de planejamento mas aqui a gente te ajuda e incentiva a botá-lo em prática.

Por isso batemos um papo com o Márcio Durães, músico, cantor, compositor e diretor da escola de música EMP que deu cinco dicas para quem deseja dar os primeiros passos:

Marcio Duraes

A primeira dica: procurar desde o início uma ajuda profissional que vai te ensinar os recursos técnicos para trabalhar da melhor forma sua voz, sem causar danos futuros. Mesmo que você já ache que tenha o dom do canto, sempre terá algo novo para ser trabalhado que vai potencializá-la ainda mais.

Segunda: Se aventurar pelos estilos que você não domina. É comum as pessoas quererem cantar somente aquilo que já são boas mas o ideal é você treinar também aquilo que não é fácil e te desafia. Isso vai moldar sua personalidade como cantor e vai te ajudar a não ficar estagnado.

Terceira: Aplicar o aquecimento vocal no seu dia a dia e não somente horas antes de se apresentar. Existem vários exercícios possíveis de fazer e aplicar em sua rotina que vão evitar problemas futuros.

Quarta: Quando for cantar uma música de alguém para se apresentar, ouça a música repetidas vezes até enjoar (rs). Aqui, a palavra de ordem é REPETIÇÃO. É no processo de interiorização da música, que você acaba colocando nela o seu estilo e personalidade.

Quinta: É muito importante cantar no tom correto. Jamais escolha um tom que seja o seu limite. Uma porque não é todo dia que acordamos com a voz boa e outra porque as vezes somente uma parte da música se encaixa nesse tom. Portanto, pense na música como um todo e avalie o melhor tom para você.

F.Gênia