19 out

guitarman

 

 

Hoje no Blog Michael iremos falar de “Dropagem” de guitarras, principalmente, para que curte som pesado! O legal é que explorar estas afinações possibilita que o guitarrista consiga texturas sonoras diferentes, matadoras. Porém, não basta “trocar” as cordas, é preciso entender a construção dos acordes, para dar o tom correto.

 

Afinação em Drop D

 

A afinação de guitarra padrão, ou mais utilizada, é a standard (EADGBE). No caso da Drop D, a ideia é mudar a 6ª corda de “E” (Mi) para “D” (Ré), ou seja, um tom abaixo. O resto da sequência das cordas fica igual. Esta é uma afinação que foi bastante popularizada nos anos 90, pelo movimento grunge, porém, é encontrada no rock clássico também. Você consegue uma sonoridade com um bom peso.

 

Observe a sequência:

 

A afinação standard é:

 

6ª – E
5ª – A
4ª – D
3ª – G
2ª – B
1ª – E

 

Drop D

 

6ª – D
5ª – A
4ª – D
3ª – G
2ª – B
1ª – E

 

Afinação Drop C

 

Nesta afinação o “trabalho” é um pouco maior. O 1º passo é afinar todas as cordas um tom abaixo do padrão standard. Depois disso, afina-se a 6ª corda um tom abaixo para ficar C(Dó). O bacana deste padrão é que você consegue realizar um power acorde de C com as 3 últimas cordas soltas. Então com apenas um dedo, pode arrastar pra cima ou para baixo para produzir outros power acordes com facilidade e ainda com mais peso. Ela é bastante utilizada no metal e seus subgêneros.

 

 

Observe a sequência:

 

A afinação standard:

 

6ª – E
5ª – A
4ª – D
3ª – G
2ª – B
1ª – E


Todas as cordas 1 tom abaixo

 

6ª – D
5ª -
G
4ª –
C
3ª –
F
2ª –
A
1ª –
D

 

6ª Corda em C

 

6ª – C
5ª – G
4ª – C
3ª – F
2ª – A
1ª – D

F.Gênia