28 ago

violaoexercicio

 

Olá, pessoal, hoje vamos dar dicas para quem deseja aprender memorizar rápido as notas do braço do violão. Isso vai facilitar bastante na hora de aprender músicas e escalas.

 

Para quem não sabe, as notas do braço do violão obedecem uma ordem cromática. Elas elevam ou abaixam ½ tom a cada vez. Exemplo, imagine que você comece tocando um A (Lá), a progressão então será:

 

A, A#/Bb, B, C, C#/Db, D, D#/Eb, E, F, F#/Gb, G, G#/Ab, A.

 

Repare que não há sustenido e bemol entre B e C, ou E e F, pois, entre elas já existem a distância de ½ tom ou semitom. Um ponto importante é que as notas repetem após a décima segunda casa. Isso significa que a nota da primeira casa será a mesma que a dá décima terceira. Além disso, a décima segunda casa pressionada é a mesma que a corda tocada solta.

 

quadro

 

Então vamos com as dicas. Comece pela primeira corda E (Mi). Vá tocando nota por nota, casa por casa, progredindo lentamente. Quando fizer isso, preste atenção na emissão de cada som. Faça isso, inicialmente, conferindo no diagrama quais são as notas e qual a sonoridade que cada uma delas tem.

 

 

Após fazer isso, avance para segunda corda. Você vai começar a reconhecer que as notas além de aparecerem em casas diferentes de uma mesma corda, estarão também em outras casas em cordas diferentes.

 

 

Por exemplo, você verá que o E (Mi) é a primeira corda solta de baixo para cima, e você encontrá-la na décima segunda casa da mesma corda.  Mas verá que ele também está na quinta casa e também na décima sétima casa da corda B (Si), em seguida na nona casa da corda G (Sol), na segunda casa e depois décima quarta casa da corda D (Ré), na sétima e na décima nona casa da corda A (Lá), e finalmente na própria corda solta (Mi) (mizona) e na décima segunda casa da mesma corda.

 

 

Quando você começar a fazer o exercício com outras cordas perceberá que o padrão é sempre o mesmo. Por exemplo, fizemos o exercício na corda E (primeira corda):

 

E F F# G G# A A# B C C# D D# E –>  São 13 notas

 

Repare que o mesmo acontece nas outras:

 

Agora veja na corda A (5ª corda):

 

A A# B C C# D D# E F F# G G# A –> São 13 notas

 

Podemos fazer o exercício inversamente, ou seja, começar por exemplo da décima segunda casa e irmos até a corda solta:

 

E Eb D Db C B Bb A Ab G Gb F E –>  São 13 notas

 

Algumas notas possuem nomes diferentes, porém, mesmo som, isso chamamos de Enarmonia, é o caso por exemplo do F# ou Gb

 

Uma observação importante é que usamos o sustenido ( # ) no sentido ascendente, ou seja, do grave para o agudo, pois esse sinal de alteração eleva a nota 1 semitom.

 

Quando fazemos o inverso e tocamos do agudo para o grave, usamos o bemol (b), que indica que estamos abaixando a nota 1/2 tom.

 

Então é isso, vá fazendo este exercício e melhorando a sua percepção. Quando estiver bom em localizar as notas, tente tocar as cordas e notas aleatoriamente e tente adivinhar quais são.

 

Valeu galera, bons estudos! Um grande abraço e até a próxima!

 

 

 

 

 

F.Gênia