18 dez

Se você já é baterista, sabe que os rudimentos na virada são comuns, mas, o que a maior parte não sabe é como fazer com que esses rudimentos não fiquem tão “na CARA” na hora de fazer uma virada em uma apresentação.  

Na bateria os rudimentos são combinações de baqueteamento que formam padrões rítmicos que permitem o desenvolvimento da coordenação e sua utilização como viradas. As técnicas de rudimentos ajudam em diversos fatores, como: realizar viradas rapidamente, usar os dois bumbos ou pedal ao mesmo tempo e ainda ajudar a fazer solos mais criativos.   

Pensando nisso, o professor Eri Ferreira, da #escolamichael Academia Soul, traz super dicas para você deixar a suas viradas ainda mais interessantes e dinâmicas! Assista ao vídeo:  

No vídeo, o professor Eri Ferreira usa a bateria Michael Classic Pro Chrome, que é um instrumento musical robusto, que valoriza a dinâmica musical com graves impactantes e ataques explosivos, garantindo “punch” aos estilos de maior intensidade.

Para conhecer mais acesse: https://michael.com.br/site/buscando.php?consulta=dm842 

F.Gênia